Buscar
  • Paulo Saad

Seus Investimentos – Forte início de ano no Brasil

Atualizado: 3 de fev.


Em janeiro, os mercados globais sofreram forte volatilidade, além da retirada de estímulos monetários, houve sinalização do Federal Reserve (Banco Central dos EUA), sobre a necessidade de subir a taxa de juros de forma mais rápida e antes do esperado, a fim de conter a inflação.


Com isso, as taxas de juros de longo prazo nos EUA dispararam, afetando fortemente as empresas que demandam maior captação de recursos. Geralmente as grandes empresas de tecnologia internacionais, que têm a maior parte do seu valor de mercado, projetado com expectativas de retornos futuros.


Enquanto os índices americanos sofreram no primeiro mês de 2022, a bolsa brasileira foi beneficiada pela alta nos preços das commodities e maior atenção dos investidores em empresas de crescimento estável e boa geração de lucros. Indo na contramão de outros mercados, fechando janeiro com valorização de 7,0% em reais e 12,1% em dólar.

Quanto mais você se informa, melhor você investe.


3 visualizações0 comentário